Skip to main content

Respeito ao Ciclista

Respeitar o ciclista é Lei

 

Há muitos anos, existia uma propaganda que dizia “no trânsito, somos todos pedestres”. Nesses tempos, o dia a dia das ruas era feito basicamente de pedestres e carros, assim era fácil de entender que todos deviam respeitar o mais fraco, no caso, os pedestres.

 

Os tempos hoje são outros. Há muito mais carros e muito mais pedestres. Porém, há também um novo elemento nessa equação: as bicicletas. Atualmente, as bicicletas deixaram de ser objeto de lazer e se tornaram meio de locomoção, um veículo comum, utilizado como todos os outros.

Dessa forma, as leis também mudam, e assim como os pedestres precisam ser respeitados, os ciclistas precisam do seu espaço, afinal, no trânsito, é possível ter espaço para todo mundo, desde que cada um respeite o seu lado.

A lei, as bicicletas e o trânsito.

Bicicleta é um veículo e, como tal, precisa estar nas vias. Essa é a primeira coisa que todos os motoristas precisam saber. Dessa forma, quando se vê uma bicicleta andando nas ruas, é preciso entender que aquele espaço também é dela. Assim diz a lei, assim deve ser.

Mas o ciclista também precisa fazer sua parte. Ele deve andar sempre na via do canto direito e, salvo as exceções quando for virar para a esquerda, deve sempre estar nela, que é a via de trânsito lento. Porém, a via da esquerda também pode ser usada, desde que pelo menor tempo possível, para não atrapalhar o fluxo do trânsito.

É preciso lembrar que no trânsito, sempre há uma hierarquia, e o irmão maior cuida do irmão menor. Dessa forma, os caminhões cuidam dos carros, os carros cuidam das motos, as motos cuidam das bicicletas e as bicicletas cuidam dos ciclistas. Em troca, todo irmão menor tenta não atrapalhar o maior. Se todos pensam assim, o trânsito flui, não há estresse, não há problemas, não há discussão.

Também existe outro ponto da lei para o ciclista: apesar de ser veículo, ele não precisa necessariamente esperar o sinal vermelho. A parada de bicicleta é a chamada “Idaho Stop”, onde apenas diminuir a velocidade, dar preferência para os pedestres e esperar os carros com o sinal aberto passar já basta. Então fica a dica: a lei está aí para ser cumprida, e ela protege o ciclista.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *