Skip to main content

Conheças as fat bikes. Bikes especiais para você curtir um passeio na areia das praias.

Do asfalto liso a estradas ásperas, esburacadas, trilhas de cascalho a caminhos montanhosos, ciclistas encontram superfícies boas e ruins, mas raramente andamos na areia.

A maioria das bicicletas ficava presa e se agarrava em segundos. As praias podem estar livres de tráfego, mas são o último lugar para um passeio de bicicleta. No entanto, uma fat bike desafia as leis de tração e desconforto e permite que você explore milhares de quilômetros de costa em uma fração do tempo que seria necessário para fazê-lo a pé.

 

O Brasil é ideal para explorar quilômetros de costa despovoada em duas rodas. Use uma fat bike e sinta-se como se estivesse montando um trator. Para um ciclista de estrada regular, elas também são estranhamente contra-intuitivas. A pressão dos pneus é melhor: baixa, às vezes até 6 psi (a maioria das motos é bombeada para pelo menos 80 psi), e com marcha muito baixa, a experiência é como rolar um balão amortecido em todos os tipos de superfícies irregulares.

https://www.youtube.com/watch?v=SZDpYdk12so

Isso parece estranho no começo, mas uma vez que você encontre uma marcha confortável e baixa, além de parar em algumas áreas muito íngremes em dunas de areia fina, a resistência ao rolamento na areia e na rocha realmente funciona. Ir acima de 15 mph é difícil, mas com tanto litoral intocado, é uma ótima maneira de explorar. As dunas de areia de Maceió, situadas logo atrás da praia, também são conhecidas e um ótimo lugar para este tipo de experiência.

 

As fat bikes precisam de manutenção regular para manter suas correntes e engrenagens limpas e lubrificadas. As perfurações não eram um problema. Os pneus grossos das Fat-bikes, parecem impermeáveis ​​a pedras afiadas, xisto e seixos.

 

Certamente oferece uma alternativa refrescante para estradas da cidade entupidas ou o compartilhamento de rodovias com carros e caminhões.